Posts

Madrinhas e Damas

Damas de Honra Adultas

Olá. Muito popular nos países de origem anglo/saxão (exemplo: Inglaterra), as damas de honra adultas (também chamadas de Demoiselles) costumam ser amigas próximas ou parentes da noiva. Normalmente elas participam ativamente das atividades de planejamento, preparação e realização do casamento.

Uma curiosidade, a tradição diz que a dama de honra não seja casada, pois assim será observada linda por algum provável pretendente.

Essa opção pelas damas de honra contribui a não encher o altar de padrinhos e além disso os noivos não precisam se preocupar em encontrar um par para a dama. Costuma-se usar de uma até quatro damas de honra adultas.

Normalmente as demoiselles vestem modelos iguais de vestidos. Mas também é possível usar modelos diferentes desde que da mesma cor. Além disso as damas entram no cortejo segurando um discreto buquê, sempre menor que o buquê da noiva e com as mesmas cores do buquê da noiva. Atente-se de criar uma harmonia entre os vestidos das Damas de Honra e das Madrinhas.

Se você quiser saber em que posição do cortejo as damas de honra entram , então sugiro que você leia o artigo sobre o Cortejo de Entrada onde eu explico exatamente isso com detalhes.

Acima de tudo lembre-se de que a personagem principal do casamento é a noiva e por isso, as extravagâncias no look ou make não é aconselhável.

Até a próxima.

Véu ou Mantilha?

Véu ou mantilha?

Saiba as suas diferenças e como usar esse que é, além do vestido, um dos maiores símbolos de uma noiva.

O  significando é tão marcante, que sempre vejo as noivas se emocionando durante o making of no momento em que elas colocam este acessório.

De origem hispânica, a mantilha é trabalhada com renda o que dá um ar romântico ao visual da noiva. Apesar de poder ser de tule, o seu tecido costuma ser mais pesado. A noiva pode optar por uma renda fina ou mais larga na sua borda.

A dica é que a renda seja da mesma família da renda do vestido. Não existe uma regra pra se usar a mantilha, a noiva pode optar em usa-la atrás do coque, ou, se desejar um visual angelical, ela pode usar a mantilha em cima da cabeça na altura de sua orelha.

 

Não menos nobre que a mantilha, o véu não possui a renda na borda e pode ser liso ou com bolas brancas chamado Point D’esprint ou Véu de Poá, sendo este geralmente indicado para os vestidos sem muitos detalhes trabalhados.

 

Tanto o véu como a mantilha podem ser longos ou curtos.

No caso de ser curto, pode-se usá-los de três formas: na altura da ponta dos dedos, na altura dos cotovelos ou na altura dos ombros da noiva. Este último é muito usando para os casamentos realizados durante o dia ou ao ar livre.

Já no caso de ser longo, o tamanho médio varia entre 3 a 4 metros. Para a noiva que possui o vestido com cauda muito longa, aconselha-se a usar o véu seja 40cm maior que a cauda. Quando fizer a prova do vestido, lembre-se sempre de experimentaá-lo junto para evitar surpresas indesejadas.

Espero ter ajudado. Até a próxima !

Como Escolher o Fotógrafo – Parte 3

Olá,  este é o último artigo de uma série na qual tento ajudar você com dicas que vão contribuir na hora de escolher o fotógrafo para o seu evento.

Na primeira parte,  falei como você pode analisar o fotógrafo e o seu portfólio. Na segunda parte, falo sobre a análise do material entregue. Nessa terceira e última parte falarei sobre o Serviço Prestado.

Ser um fotógrafo de casamento não se resume apenas a saber fazer o click, ele é um fornecedor de serviços e os noivos não deveriam ter preocupações com um fornecedor de serviços, certo?

 

Reunião de Apresentação

A reunião de apresentação ocorre quando você vai analisar o material do fotógrafo.

Essa reunião pode ser no estúdio do fotógrafo, na casa dos noivos ou no escritório de trabalho. Seja onde for, repare na pontualidade do fotógrafo, pois isso já é uma boa carta de apresentação.

Para quem precisa escolher o fotógrafo, essa reunião é crucial para os seus anseios, pois é nela que o fotógrafo apresentará o serviço que será prestado no seu evento. Portanto, fique atenta a forma como o profissional executa o trabalho. Procure nesse momento esquecer um pouco a questão do orçamento e  concentrar-se na qualidade do serviço oferecido.

O resultado dessa reunião, é um documento com o orçamento da cobertura fotográfica do seu evento. Verifique no se  no orçamento estão listados os itens que foram discutidos durante a reunião e não se espante se este documento tiver um prazo de validade.

 

Quem Fará a sua Cobertura Fotográfica

Certifique-se de que o serviço contratado será realizado pelo próprio fotógrafo no dia do evento. Alguns profissionais podem enviar uma equipe. No meu caso, quando os noivos me procuram, é porque eles olharam o meu trabalho, portanto, eles esperam que eu me apresente no dia do evento.

Mas lembre-se, o fato do profissional enviar uma equipe não deve desmerecer o serviço contratado. Eu chamei a atenção para esse aspecto porque o combinado não sai caro. Assim, não haverá desentendimentos de ambas as partes.

 

Contrato de Prestação de Serviço

contrato

Esse é um item de grande importância ao escolher o fotógrafo. Costumo dizer para os meus clientes que eu não vendo foto ou álbum, o que vendo é o serviço da cobertura fotográfica do evento. Um prestador de serviço sério sempre faz um contrato que assegure os direitos e os deveres de ambas as partes.

Solicite uma cópia do contrato, avalie os termos e converse com o fotógrafo sobre os itens que você não ache adequado. Verifique também se no contrato constam todos os dados do fotógrafo,  os prazos de entrega e aprovação, os horários e endereços do evento e os itens que você receberá, sejam eles brindes ou não.

 

Reunião Pré-Casamento

Essa reunião serve para que os noivos e o fotógrafo possam combinar os detalhes do evento e passarem o script da cerimônia e recepção. Isso deixa o fotógrafo preparado para tudo que ocorrerá durante o evento. Particularmente eu costumo fazer essa reunião após o ensaio de noivos (pre-wedding).

O mais importante dessa reunião é que os noivos estarão mais atentos a cada detalhe conversado. Não adianta o fotógrafo ter essa conversa no dia da cerimônia, pois nada será assimilado nesse momento.

 

Veja as horas de trabalho

Chamo a atenção nesse quesito, pois muita gente tem a impressão que o trabalho do fotógrafo se resume apenas ao click durante a cerimônia e recepção. Para esclarecer melhor esse quesito escrevi o artigo “Fotógrafo de Casamento é Caro?” onde descrevo as atividades exercidas antes, durante e depois do seu evento.

 

Dicas Gerais:

  • Desconfie de valores abaixo do mercado e dos profissionais que prometem muito.
  • Não se iluda com a quantidade de fotos que serão entregues. As vezes é melhor você ter 100 fotos de qualidade, do que ter 1000 fotos e somente 50 serem boas, preze pela qualidade e não quantidade.
  •  Informe-se exatamente quantos profissionais farão a cobertura do seu evento.
  • Verifique a qualidade das fotos e questione se as fotos apresentadas são realmente do fotógrafo.
  • Avalie o contrato de prestação de serviços.
  • Verifique quais serviços extras são oferecidos (exemplo: Making of e ensaio de noivos)

Bom, espero que esta série de artigos possa lhe ajudar na hora de escolher o fotógrafo.

Este é o último artigo desse ano, volto no ano que vem.

Feliz ano novo e até 2016.

Saiba o que é mini wedding

Traduzindo para o português, mini wedding significa casamento pequeno. De origem europeia, o mini wedding vem ganhando cada vez mais adeptos no Brasil. Mas não se iluda em pensar que mini wedding está associado a casamento econômico, porque tudo dependerá do desejo dos noivos.

A principal característica deste evento é o número convidados, aproximadamente 60 pessoas. Ou seja, somente as pessoas que realmente são significativas para o casal. Pelo fato de haver poucos convidados,   faz com que eles se sintam especiais e bem recebidos, algo difícil de acontecer com um número maior de convidados. Com isso, o evento acaba sendo agradável tanto para os noivos, quanto para os convidados.

Por ser um evento mais intimista, o ponto chave do mini wedding é a decoração. Ela precisa ser aconchegante para os convidados e ter a personalidade do casal. Decorar o local com muitas flores e usar uma iluminação especial para diferencia-lo do dia a dia,  são ótimas opções.

O mini wedding pode ser realizado num sítio, no quintal da casa de um amigo, numa pousada onde todos possam se hospedar, numa galeria de arte, em  bistrôs ou num restaurante que tenha algum significado especial para o casal.

Se você pretende realizar o seu casamento com essas características, não deixe de caprichar no bufê, na escolha do menu e das bebidas. A papelaria do casamento também merece um atenção especial.

Apesar desse evento ter um número reduzido de convidados, ele deve ser tratado com a mesma seriedade de um casamento convencional. Afinal, este será um momento único para os noivos. Por isso, contrate um profissional para o cerimonial que cuidará  para que tudo aconteça de forma adequada. Não deixe de contratar um fotógrafo profissional, pois ele saberá valorizar a decoração, o cabelo, a maquiagem e  cada detalhe desse dia especial. O mesmo vale para o maquiador.

O mini wedding é uma festa menor, porém não menos caprichada.

Até a próxima.

 

12 Dicas de etiqueta para os convidados

Quando você é convidado para um casamento, sempre surge aquela dúvida de como agir ou se portar durante a cerimônia e recepção. Por isso, relacionei 12 dicas de etiqueta para os convidados que vão ajudá-los a não cometer nenhuma gafe durante o evento.

1- Nenhuma mulher deve usar roupa branca, pérola, marfim ou creme

Apenas a noiva e suas damas tem esse privilégio e assim se destacar entre todos os convidados.

2- Vestir preto

Antigamente o preto era ligado diretamente a funerais, mas na moda atual isso é mais flexível. Customizar a roupa preta usando acessórios  como colares, pulseiras e brincos ou elementos de outras cores é uma ótima alternativa.

3- Usar ou não o chapéu

O traje feminino composto com chapéu só deve ser utilizado quando o casamento ocorrer de dia.

4- O Convite

Não deixe de responder com antecedência se você poderá ou não estar presente ao evento, principalmente se vier o pedido RSVP (Répondez S’il Vous Plait). Respeite o convite e não leve pessoas que não foram convidadas. Quando o convite é destinado apenas a “Sr. e Sra.”, isso não inclui filhos. No caso do convite ser destinado a “Sr. e família”, o mesmo se estende aos filhos, porém não inclui namorados de filhos, tios ou outros parentes.

5- Compareça à cerimônia

É muito deselegante, ir apenas à recepção. Afina,l a cerimônia é o momento mais importante de um casamento e você foi convidado pelos noivos para dividir esse momento com eles. Compareça à cerimônia, seja na igreja ou não e programe-se para chegar no horário marcado no convite. Aquela história de que noiva sempre atrasa já ficou no passado. E nunca esqueça que os lugares da frente são destinados as pessoas próximas dos noivos.

6- Fotografia e Filmagem

Eis um item que tenho bastante experiência. Tenha em mente que os noivos o convidaram para compartilhar o momento da união deles. Para a fotografia (e, em diversos casos, também o vídeo) eles contrataram uma equipe de profissionais para fazer a cobertura do evento. Portanto, é totalmente desaconselhável interferir com o trabalho da equipe, seja  posicionando-se em lugares privilegiados nos momentos marcantes (entrada dos noivos, troca das alianças e outros) ou utilizando dispositivos demasiado visíveis (como um tablet por exemplo).
Procure não virar as costas pra equipe de fotografia e filmagem, lembre-se que os noivos receberão o material audiovisual e não ficará bem você dando as costas para eles.

7- Desligue o celular durante a cerimônia

Será constrangedor ver o celebrante interromper a cerimônia  porque seu celular está tocando ou porque você está falando ao celular. Portanto, desligue-o, ou se você deixou no “vibracall” e precisa atender, saia discretamente do recinto para falar.

8- Não leve presente no dia do casamento

O ideal é presenteá-los antes do evento ou comprar o presente na loja onde fizeram a lista. Assim, eles ganham o que precisam e recebem em casa sem que o convidado tenha que se preocupar com a entrega.

9- Cumprimente os noivos

Em algum momento da festa vá até os noivos e cumprimente-os por aquele momento. Aquele ritual do noivos irem à cada mesa agradecer a sua presença, já não existe mais.

10- Não leve flores e objetos do casamento

 O casal sempre prepara alguma lembrança, como chinelos ou o bem casados por exemplo. Os objetos de decoração são alugados e serão cobrados depois da festa.

11- Não exagere na bebida

Você não quer ser responsável por estragar a festa de todos. Por isso, não beba em demasia.  Algumas pessoas ficam alteradas e perdem a noção podendo causar problemas na festa, sem falar no vexame.

12- O Buffet ou a bandeja de salgadinhos

Mesmo que você esteja com fome, é preferível que se faça pratos pequenos e repita se for o caso. Não encha a mão de salgadinhos quando o garçom estiver servindo.

Até a próxima!

Foto Destaque: Portal iCasei.com.br
,

Por que um segundo fotógrafo no casamento?

Em algumas reuniões com os noivos, sou questionado sobre a necessidade de ter um segundo ou terceiro fotógrafo e se eles poderiam ser dispensados para baratear o valor do orçamento.

Geralmente este profissional é um amigo que já atua no ramo de fotografia de casamento e conhece todas as etapas deste evento. Além de acrescentar o estilo dele nas fotos, ele também atua como um assistente, dependendo das situações. Assim, quando tenho disponibilidade e um amigo precisa de ajuda, eu vou como segundo ou terceiro fotógrafo. Esta  é uma prática de cooperação entre os colegas da profissão.

O segundo fotógrafo é uma extensão do fotógrafo principal. Eu digo extensão porque, no mínimo, ele tem que ter conhecimento técnico e artístico pra fazer uma foto tão boa quanto eu faria ou até melhor. Por exemplo, veja a foto de destaque no topo deste artigo, repare que durante a cerimônia, o segundo fotógrafo se posicionou no segundo pavimento da igreja, para realizar a foto enquanto estou posicionado próximo ao altar para não perder nenhum momento importante da cerimônia. É imprescindível confiar que ele fará a foto que eu preciso para incluir no álbum dos noivos.

Duane-Wagner-casamento-1791

Pelo fato de não ter a mesma pressão do fotógrafo principal, o segundo fotógrafo tem maior liberdade de fazer as fotos de ângulos criativos. Na foto abaixo, bastou o fotógrafo se posicionar entre os convidados para que a composição da foto deixasse de lado, a tradicional imagem do corredor da Igreja com a noiva e seu pai centralizados na cena . Mudando um pouco o ângulo de visão, a composição remete a pessoa que está olhando a foto a se sentir entre os convidados durante a cerimônia.

Janaina_Deniel-164

O segundo fotógrafo também é encarregado de fazer o making of do noivo e da decoração. Como os noivos nem sempre estarão juntos durante a recepção, eu costumo dar ao segundo fotógrafo a missão de registrar o noivo. Ele estará numa posição oposta à do fotógrafo principal com o objetivo de capturar os momentos numa outra perspectiva.

Por mais que você tenha dois, três ou mais fotógrafos no seu casamento, o material final (diagramação, edição e etc) terá sempre o estilo e a visão do fotógrafo principal. Afinal, foi o material do fotógrafo principal que você avaliou no processo de contratação do serviço.

Até a próxima!

 

Foto de destaque: Arilson Mathias

Organize o Seu Evento

Olá, tudo bem? Essa dica vai para as noivas e noivos que pretendem organizar o seu evento. Trata-se de um programa para o celular chamado “Vestida Para Casar”.

O app possui os seguintes recursos;

– Cadastrar os dados básicos do casamento
– Acompanhar a contagem regressiva até a data do casamento
– Possui uma lista pré-definida de tarefas (checklist). É possível editar, criar ou excluir tarefas
– Montar sua lista de convidados com controle de convites enviados e confirmação de convidados
– Exportar a lista de convidados (ex: por e-mail)
– Possui resumo de convidados
– Montar sua lista de padrinhos
– Montar sua lista de daminhas e pajens
– Montar sua lista dos meus fornecedores
– Controlar o pagamento das despesas
– Possui resumo de despesas
– Compartilhar a tela inicial com as amigas (ex: via Facebook)
– Guia de fornecedores de produtos e serviços para casamento
– Solicitação de orçamento

Você pode baixar o app no Google Play clicando aqui ou se preferir visite o site Vestida Para Casar

Abraço!

Making of da Noiva

O que fazer para que a noiva tenha aquele maravilhoso Making of?

Veja algumas dicas para ficar bem na foto:

* Durma bastante, sua noite será longa!
* Pense na roupa (ou roupão) que você usará no dia.
* O mesmo vale para seus pés, use um calçado confortável, um chinelo bonitinho fica bem na foto.
* Deixe seu vestido pendurado num lugar bonito. E repare no cabide, se estiver naqueles de plástico, mude para um cabide que o valorize ainda mais.
* Leve o buquê para o local do Making of.
* Leve o convite do seu casamento.
* Fazer o Making of em casa é uma boa opção.
* A presença de pessoas especiais para você, sua mãe, irmãos, madrinhas,etc. dão um ótimo clima para as fotos.

O Cortejo de Entrada

Se vocês não tem um(a) cerimonialista, deixarei aqui uma dica de como organizar o cortejo de entrada do seu casamento.

Antes que os noivos  sintam-se culpados em alterar alguma tradição, saibam que tudo que é tradicional quando se fala em casamento, já foi alterado um dia. Eu mesmo já fotografei diversos formatos de cortejo. Além disso, deve-se levar em conta a diversidade de culturas e religiões em seus diversos formatos.

Um detalhe importante: lembrem-se sempre que as mulheres do cortejo entram à esquerda de seus acompanhantes. Portanto, elas devem dar o braço direito.

A entrada do Cortejo:

O Noivo
É ele quem inicia o cortejo acompanhado de sua mãe. Ao chegar no altar, o noivo deve posicionar  sua mãe no local certo, à direita do altar e depois se posicionar um pouco mais à frente para receber a noiva. Dar um beijo no rosto da mãe nesse momento eleva a emoção da cerimônia.

O Pais
O Pai no noivo entra acompanhado da Mãe da noiva, lembrando de manter a mulher do lado esquerdo. Ao chegar no altar, o Pai do noivo deve acompanhar a Mãe da noiva até o lado esquerdo do altar e depois  posicionar-se do lado direito do altar.
Isso facilitará a vida dos padrinhos esquecidos ou desatentos,  pois vocês entenderão logo mais abaixo.

Os Padrinhos
Os padrinhos da noiva e do noivo entram intercalados, começando por um casal de padrinhos do noivo. Ao chegar no altar, os padrinhos do noivo devem se posicionar à direita enquanto os padrinhos da noiva se posicionam a esquerda.
É neste momento em que se pode facilitar a vida dos padrinhos esquecidos ou desatentos. É preciso orientar os padrinhos do noivo a se posicionarem do lado do altar onde está o Pai do noivo. E os padrinhos da noiva devem ser orientados a se posicionarem do lado do altar onde está a Mãe da noiva.
Dependendo do espaço físico e da quantidade de casais,  pode-se optar  deixar todos os padrinhos em pé, todos sentados ou deixar apenas as madrinhas sentadas com os padrinhos em pé atrás das madrinhas.

Dama de Honra (Demoiselle)
Muito comum na cultura norte americana, as damas de honra são mulheres adultas quem vem no cortejo sem par e segurando apenas um pequeno buquê.

Damas e Pajens
Lembro mais uma vez que as meninas devem entrar à esquerda dos pajens. Ao chegar no altar as crianças se posicionam do lado esquerdo próximo a mãe da noiva.
Aqui vai uma observação, a imprevisibilidade das crianças está ligada à sua idade. Ou seja, quanto mais nova for a criança, maior pode ser o imprevisto na sua entrada.

A noiva
É a única mulher que entra pelo lado direito. Ela dá o braço esquerdo ao seu Pai e segura o buquê com a mão direita. Ao chegar no altar, o pai da noiva abençoa a filha com um beijo na testa, no rosto ou na mão. Após isso, o noivo se dirige ao Pai da noiva e o cumprimenta, o Pai da noiva entrega a mão da noiva ao noivo. Em seguida, o Pai da noiva deve se posicionar ao lado da mãe da noiva.
Aqui vai um detalhe muito importante: ao receber a mão da noiva, o noivo se posicionará à direita da noiva. Ou seja, o noivo dá o braço esquerdo. Assim o noivo permanecerá do lado direito do altar (onde estão seus Pais e padrinhos) e a noiva do lado esquerdo (onde estão os Pais e padrinhos da noiva).  No altar, a noiva entrega o buquê a sua mãe que o segurará durante toda a cerimônia.
Se a noiva não tiver Pai, ela pode entrar sozinha ou acompanhado por um irmão, um avô ou outra pessoa de importância para a noiva.
A noiva também pode optar por vir com pajens segurando o seu véu durante o cortejo. Após a noiva chegar no altar, esses pajens deixam o véu no chão e se retiram do altar

 

A saída do Cortejo:

Os Noivos
São eles quem vem a frente do cortejo na saída do local da cerimônia.
Apesar do protocolo dizer que os noivos devem iniciar o cortejo na saída da igreja, alguns casais preferem sair no final para que os padrinhos e os convidados possam fazer o corredor para saudar os noivos com bolas de sabão ou com os sparkles.
A minha dica é, deixem essa saudação para a entrada do casal no salão da recepção. Além de quebrar o protocolo do casamento, imagine como ficará a foto e a filmagem do casal com a Igreja vazia? Essa foto perderá toda a emoção do momento.
Lembre-se os noivos sempre vem na frente do cortejo na saída.

Pajens e Damas
Logo após os noivos vem as daminhas e os pajens. Os pajens que seguravam o véu da noiva retornam nesse momento auxiliando a noiva na saída da igreja.

Pais da Noiva

Pais do Noivo

Padrinhos e Madrinhas

Damas de Honra

 

Espero que esta dica possa ajudar.

Abraço!

Portfolio Items